Guia – Despretensioso – De Conduta Nas Mídias Sociais

Se você é humano e está vivendo o século XXI provavelmente nós compartilhamos algumas coisas: Temos um punhado de amigos, temos pelo menos um celular, estamos decepcionados com a política no brasil e sofremos de ansiedade.

Esse é o “Starter pack” para o Brasileiro do século XXI.

Mas apesar de ter citado nossa decepção com a política, devo alertar duas coisas:

  1.  A decepção vem de qualquer lado que você esteja.
  2.  Não é o ponto central desse artigo.

O ponto é, enquanto seres sociais, somos tentados a compartilhar nossas ideologias, pensamentos, desejos, emoções e até nossas refeições, nas mídias sociais.

A grande mãe das mídias sociais, a Srta. Facebook tem um jeito de funcionar muito particular.

Devo lembrar que o Facebook é uma empresa e detém de outras marcas também, assim como o Instagram. Aliás, toda empresa precisa de uma coisa base para seu funcionamento: Lucro.

E assim como você deve ter percebido, é Facebook Inc e não ONG Facebook.

Para conseguir o tão desejado lucro, o Facebook precisa de pessoas dentro das mídias sociais, pessoas como eu, você, seu tio que faz péssimas piadas e daquele primo vegetariano que compartilha vídeos de animais sendo mortos.

E se você já pegou um Taxi em São Paulo e em dez minutos de conversa queria matar o motorista, deve estar se perguntando:

“Como reunir tanta gente diferente num lugar sem começar uma guerra?”

É por isso que existe o algoritmo do Facebook.

O Algoritmo Do Facebook É O Mediador Da Festa.

Primeiro ele convida todo mundo, mas ele só coloca você pra conversar com aqueles que mais se parecem com você.

Ele tem uma sequência de cálculos que prevê(com uma taxa de acerto incrível) o quanto você gostaria daquele conteúdo, e se ele perceber que você não vai curtir, ele não te mostrará.

Isso é incrivelmente inteligente, afinal, você só vê as pessoas que pensam parecidas contigo e compartilham de coisas que você gostaria de ver e ler.

Assim, todo mundo sai da festa pensando que a festa foi incrível e que as pessoas são interessantíssimas ali dentro. O que dá uma enorme vontade de frequentar mais vezes.

Isso gera as famosas bolhas sociais.

Bolhas Sociais

GUIA DESPRETENCIOSO DE CONDUTA NAS MÍDIAS SOCIAIS BUBLLE 768x576 1

Uma definição para Bolha Social, pode ser:

“Bolha é tudo aquilo que nos limita, mas, ao mesmo tempo, nos protege. Bolha é tudo aquilo que nos ilude sobre a natureza da realidade e ao mesmo tempo, serve como apoio para prosseguirmos vivendo.”.

Acervo Crítico Br

Uma bolha social é necessariamente ruim? Talvez não.

Mas o fato é que as pessoas ficam viciadas em suas opiniões e falsas notícias acabam por parecer cada vez mais verdadeiros e reais.

Funciona como? 

  1. Você acredita em alguma coisa
  2. Você se conecta com pessoas que também acreditam naquilo.
  3. Você só enxerga publicações que reforçam sua crença naquilo.
  4. Você passa a acreditar mais fortemente.

Isso se torna um ciclo sem fim de retro alimentação de suas crenças, sejam elas positivas, negativas, de direita, de esquerda, de centro de mesa ou qualquer que seja. Não importa.

Aliás, é possível que você esteja errado em todas elas, desculpe te dizer a verdade dessa forma.

Então, se você tem uma empresa ou gerencia uma marca, o que fazer sabendo que suas publicações estarão viciadas e restritas a um público específico?

Tenha Um Código De Conduta Muito Claro.

Eu posso te dar um código de conduta pronto que vai resolver seu problema com 100% de assertividade?

Pense no seguinte, se você, que é a pessoa que convive consigo mesmo desde seu nascimento não conseguiu resolver esse problema até hoje, sou eu que sou apenas um carinha da internet que te conhece há pouquíssimos minutos que vou resolver seu problema?

Com absoluta certeza, não.

Mas posso te ajudar, isso é um fato.

Então vamos lá, nos próximos minutos, vou compartilhar contigo o que tenho feito e tem dado resultados para manter um bom relacionamento nas mídias sociais.

1. Escutar, Responder E Fomentar O Diálogo.

Ninguém deve ser ignorado ou excluído, você precisa cuidar de todo mundo que engaja com seus conteúdos. Aliás, quanto mais eles engajarem, mais seus conteúdos vão aparecer para eles.

Lembra-se do algoritmo que eu expliquei logo acima? Pois é, utilize-o a seu favor.

2. Corresponder A Provas De Amizade.

Sempre que você for seguido, mencionado, citado, anotado busque retribuir isso.

Essa atitude mostra que você se importa com as pessoas e que apesar de ser uma empresa, você é humano e próximo a seus consumidores.

3. Usar Um Tom Humano.

Chega daquele fru-fru todo de redes corporativas!

Além de ser completamente impessoal e vazio, não é extremamente irritante e ridículo conhecer alguém que sempre fala de si mesmo em terceira pessoa?

Você e sua empresa não precisa passar por isso. Você pode se referenciar mas não precisa ser pomposo. Mostre para o mundo que atrás da marca existem pessoas normais. “Gente como a gente”.

4. Citar Fontes.

Você não precisa ser o sabichão da internet. A quem está querendo provar? Mostre que você faz pesquisas e se interessa pelas coisas.

Além disso, citar fontes gera credibilidade e veracidade. 

A maioria das pessoas acha que ao dizer que pegou um conteúdo de algum lugar está mostrando que não é capaz de fazer aquilo ou etc. Bobeira.

Cite a fonte e, se puder, marque o redator(ou empresa) na sua publicação para mostrar para eles que você é amigo e está os divulgando.

5. Admitir Erros.

Já acabou a era do super herói. A internet derrubou isso.

Antigamente se você fizesse algum erro, você podia apagá-lo e fingir demência.

Hoje, as pessoas estão conectadas. Se você errar, as pessoas vão guardar provas. O melhor a se fazer é manter a publicação e pedir desculpas por isso.

6. Ser Bem Humorado.

Não é normal ver empresas fazendo uso do humor em sua estratégia, talvez seja por isso que é tão eficiente.

Basta olhar seu feed de notícias. A cada 10 publicações, quantas são de humor? 3? 4? 8?

O humor é contagiante e natural, use isso a seu favor.

Lembre-se, as mídias sociais, são antes de qualquer coisa, sociais.

Resumindo

As mídias sociais são apenas mais um ambiente para desenvolver relacionamentos. 

Elas podem ser viciadas e viciantes e sempre vão nos colocar em bolhas sociais para que fiquemos mais tempo dentro delas.

Se você quer usar isso a seu favor, precisa jogar de acordo com as regras de cada uma das redes sociais. 

Eu não consigo dizer o que é melhor para você, mas minhas recomendações de etiqueta nas redes sociais são:

  1. Escutar, responder e fomentar o diálogo.
  2. Corresponder a provas de amizade.
  3. Usar um tom humano.
  4. Citar fontes.
  5. Admitir erros.
  6. Ser bem humorado.

Isso é o que tem funcionado, se você tem alguma outra recomendação, que tal me dizer aqui abaixo nos comentários?

Vou adorar escutar, responder e fomentar esse diálogo!

Um grande abraço!